28 de mai de 2010

O Silêncio...

O silêncio, este meu companheiro
Nunca me deixa só...
Carrega em si todas as coisas que queriam saber de mim
E até as que não queriam, mas quereriam se tivessem pista
Fidedigno: não as conta a ninguém...

28 de Maio de 2010

24 de mai de 2010

Trago-te no coração

"Trago-te no coração"

Acabei de lembrar dessa frase, guardada nos ficheiros de frases da minha empoeirada memória. O sentido ficou guardado, a palavra exata não. É um verso só. Desconectado de todos os outros versos da poesia esquartejada para a apresentação do dia das mães. Eu, moleque magro, pré-zinho, ruim de memória pra caramba! Estraguei a surpresa porque tive ajuda da minha mãe pra decorar o verso. Em compensação, nunca me esqueci do momento. Coisa inalienável de nós são os momentos... O tempo pode levar a lembrança das palavras, de um ou de outro fato, de uma ou de outra ação. Mas nunca do momento. E aquele momento, no almanaque de lembranças do meu cérebro, se resumia ao sentido daquela frase, parte alienada de uma poesia que nunca gravei: "Trago-te no meu coração". Aquele foi o primeiro verso da minha vida. Nunca pensei que viriam tantos outros, tempos depois...

Maio de 2010


Nota: Esse textinho foi uma resposta a um dos muitos lindos recados que recebo da minha amiga Sheila Jardim, cantora católica de São Paulo.


20 de mai de 2010

Démence




Mais um diálogo poético...











Démence

Tenho muitos amores

Milhares de paixões tenho

Lutando entre si

Nesta luta do contrário

(negação da negação)

Não há um só vencedor

Só eu saio perdedor


Caminho nesta avenida

Carros atropelando gentes

Gentes atropelando subgentes

E alheios a tudo andam

Longe

Aqueles que deviam ver


Quem me dera

Minha lua

Madrinha desta rua

Pudesse eu ser normal

Com inquietações normais

Com normal inteligência

Mas não posso


A normalidade em mim é a loucura

A vida em mim é lúgubre

E anda cantarolando óperas nos ouvidos das moças tristes

Para fazê-las rir da minha cara


Não vejo a menor graça!

Ou meu espelho está quebrado?


Espelho, espelho meu!

Existirá nesse mundo

Homem besta como eu?


É besta mesmo!

Ao espelho não se pergunta o óbvio

À caneta se pergunta tudo

Se quiser ouvir sinceridade

É arrogante, mas franca


- Pena moderna minha

Responde-me com clareza

Amar-me-á alguém?

- Fernando, isso não sei! Sou caneta e não oráculo!

Use essa sua cabeça de pesquisador de araque

Pra saber desse pormenor


É mesmo desaforada!

Deixo-a de lado

Melhor deixar tudo mais

Respirar fundo, cochilar

Esperar que a vida passe

Dia após dia

Noite após noite

Que se vá a inquietação

Quero ao menos hoje descansar!


Fernando Lago Santos – 18 de Outubro de 2009

19 de mai de 2010

Breves Palavras (Terceiras)

A cada passo de glória que damos no caminhar da vida,
lembramos daquela que nos ensinou a dar os primeiros passos
Em cada discurso sublime que proferimos nas mais altas tribunas,
lembramos daquela que ajudou-nos a falar as primeiras palavras...


Te amamos, mainha!

Texto que escrevi no cartão que entregamos junto ao simplório, presente do dia das mães.

Maio de 2010

16 de mai de 2010

Breves (outras) Palavras

Sou um motorista com um carro instável, motor levemente avariado, se é que exista algo levemente avariado quando se fala em motores de carro - estacionado, pensando em que decisão tomar...

Posso chamar o mecânico da esquina. É perto, mas o mecânico da esquina eu não conheço e não me sinto seguro com o serviço dele... Posso entregar-lhe meu carro e este voltar pior.

Posso entregar meu possante a outros mecânicos de outras esquinas próximas, correndo o mesmo risco, mas, enfim, meu carro vai voltar a funcionar e ele me atenderá ali mesmo, sem precisar eu forçar o motor para ir a outras oficinas mais longínquas.

No entanto, mecânico mais confiável, pelo menos pela propaganda que se faz, está do outro lado da cidade, atravessando a ponte, cruzando ruas esburacadas, passando pelo morro, logo à beira da Rodovia Federal. É bom, dizem. E parece mesmo ser bom. No entanto, quanto irei gastar? E o meu carrinho vai poder fazer toda essa viagem no estado em que se encontra? Será que seu pobre motor, já tão escafubelado, vai agüentar mais um percurso destes? Sei não... Difícil decisão...

Assim vou ficando, cada vez mais tempo estacionado... pensando no que fazer de melhor pro meu carrinho e, conseguintemente, pra mim... Dizem que, volta e meia, por aqui, passam mecânicos indo e vindo daqui e dali... Não sei... Confiar no acaso?

Indecisão... sigo estacionado... Sem movimentos...

Fernando Lago Santos – Maio de 2010

Não tentem entender o que eu quis dizer com isso, pois nada quis dizer. Segundo meu professor de Artes, a Arte não tem pensa. Será mesmo? Critérios vossos...

14 de mai de 2010

DDD - Doideiras Diretas à Distância - Conexão Teixeira X Caratinga


Sai a primeira conexão Teixeira X Caratinga da série Doideiras Diretas à Distância. Caratinga, além de ser a terra de Ziraldo do Menino Maluquinho, é também a terra de Ludimila Lopes, moça linda que num belo dia de sol resolveu passear nas virtualidades e encontrou um poeta maluco que faz viagens interplanetárias quando entediado... Sendo coerente à terra em que nasceu, Ludi é uma menina maluquinha... Maluquices altamente contagiosas, as dela, mas extremamente adoráveis.



' @LudiiLopes:

QUE TEDIO!

(23:51) F e r n a n d o:

Mentira! Você? Com tédio?

(23:52) ' @LudiiLopes:

kkkkkkkkkkkkkkkk
sim sim
isso nao é novidade nenhuma neh ?
kkkkkkk

(23:52) F e r n a n d o:

rsrsrs

(23:52) ' @LudiiLopes:

kk

(23:52) F e r n a n d o:

mas eu também to entediado...

(23:53) ' @LudiiLopes:

aiai
vamos dar uma volta então?
quem sabe assim saímos do tédio...

(23:53) F e r n a n d o:

Borá!
pra onde quer ir?

(23:55) ' @LudiiLopes:

Mais longe possível

(23:55) ' @LudiiLopes:

Que tal, Japão?
Ou melhor, Marte?

(23:55) F e r n a n d o:

Marte?
Pode ser...

(23:55) ' @LudiiLopes:

beleza então
vou arrumar as malas aki
quanto tempo vamos ficar la ?

(23:56) F e r n a n d o:

Você não tem medo de marcianos?

(23:56) ' @LudiiLopes:

Tenho não
aki na minha cidade tem um monte

(23:56) F e r n a n d o:

hahahaha

(23:56) ' @LudiiLopes:

kk

(23:56) F e r n a n d o:

Mas não é em Varginha?

(23:56) ' @LudiiLopes:

tbm
acho que eles saíram de la
e vieram pra cá :-O
haha

(23:57) F e r n a n d o:

hahahaha
então tá bom
você decide o tempo

(23:57) ' @LudiiLopes:

Oks
vamos ficar um mês
mais se lá tiver bom
ficamos por la msm

(23:58) F e r n a n d o:

Huasdhah
pode crer

(23:58) F e r n a n d o:

Aqui tá muito tenso, na Terra.

(23:58) ' @LudiiLopes:

Uhum
aposto que Marte é mais divertido

(23:58) ' @LudiiLopes:

kkk

(23:59) F e r n a n d o:

e mais seguro.

(23:59) ' @LudiiLopes:

Uhum
será que la tem tomada
?
Preciso levar meu carregador

(23:59) ' @LudiiLopes:

pra carregar meu cel
se nao
como eu vou ligar
pros marianos gatos de la?
kkkkkkk

(00:00) F e r n a n d o:

hahahaha
nem sei,,,

(00:00) F e r n a n d o:

deve ter

(00:00) ' @LudiiLopes:

aaah
blema nao
melhor sem cel msm
q não corre o risco
de ninguém da terra me ligar

(00:01) F e r n a n d o:

é, verdade..

(00:01) ' @LudiiLopes:

e vc vai levar o seu ?
kkk

(00:02) F e r n a n d o:

vou, mas só pra eu jogar Prince Of Persia
kkkkkk

(00:02) ' @LudiiLopes:

kkkkkkkkkkkkkkkk
então
troca o chip
e não passa o nº pra ninguém
não quero saber
de cel tocando lá não
haha

(00:03) F e r n a n d o:

eu vou tirar o chip

(00:04) F e r n a n d o:

e deixar guardado aqui na terra, pra nem ter tentação de colocar

(00:04) ' @LudiiLopes:

kkkkkkkkkkk
isso ai
melhor

(00:04) F e r n a n d o:

=)

(00:05) F e r n a n d o:

vou escrever algumas poesias lá
huashahahah

(00:05) ' @LudiiLopes:

aae
vamos fazer um diário

(00:05) ' @LudiiLopes:

De como foi nossa viajem pra Marte
ai quando voltarmos
vamos publicá-lo
ficaremos ricos
e famosos

(00:06) ' @LudiiLopes:

e seremos felizes para sempre \o/
kkkkkkkkkkk

(00:06) F e r n a n d o:

kkkkkkkk

(00:06) ' @LudiiLopes:

que tal?

(00:06) F e r n a n d o:

isso ae!
Adorei o desfecho
hahahaha

(00:07) ' @LudiiLopes:

kkkkkkkkkkkkkk
bom neh ?
kkkkk
me superei nessa hist.

(00:07) ' @LudiiLopes:

Haha

(00:07) F e r n a n d o:

Hahaha

(00:08) F e r n a n d o:

Merece uma conexão Teixeira x Caratinga no meu blog
hehehe

(00:08) ' @LudiiLopes:

EBA
kkkkkkkkkkkkkkkkk
adoooro

11 de mai de 2010

Star

No meio da ladeira

Na chuva

Segue a procissão

Menina que me cai

Como luva

Segura a minha mão


E vamos descer a ladeira da rua

Da casa de sêo Tião

Dobrar a esquina

D’onde a pomba avua

Por riba do salão


Menina do sorriso

De estrela

Beleza de Star

Sua conquista macro

Vem pela

Clareza do olhar


A carro, a pé, até de bicicleta

Eu vou te carregar

E nessa comédia atingir minha meta

Um beijo, um’amor, um’amar


Fernando Lago Santos – 10 de Maio de 2010

8 de mai de 2010

Park



Seu corpo, um passo de dança

Seu rosto merece louvor

Seus olhos carregam esperança

Sua mão, uma maçã do amor...


Oferece?

Não sei

Eu não mereço (e alguém merece?)


Sua boca – sabor – saboreia

O doce e a fruta unidos

Seu olhar, tão sereno, norteia

E dá direção aos perdidos


Que parece?

Pensei

Imagem amena (talvez uma prece?)


Vamos, a vida é brinquedo

Cantemos, meu bem uma canção

Não se assuste e não tenha medo

Minha linda, segure minha mão


Já amanhece

Eu sei

O mundo acorda, a gente adormece


Saindo do parque – certeza – verei

Nos teus olhos um mundo sem dor

E contigo – espero – eu partilharei

Desta linda maçã do amor...


Fernando Lago – 7 de Maio de 2010


Dedicada a Ludi Lopes – a moça linda aí da foto.

6 de mai de 2010

307




Vamos

Braços dados

Todos juntos

Na deprê que nos uniu

Via 307

À puta que pariu


Fernando Lago – 05 de Maio de 2010


(Mais umas das loucas inspirações de Ludii Lopes - via MSN)


5 de mai de 2010

DESCONEXÃO

ou

DITOS, NÃO DITOS E ESCRITOS DE FERNANDO LAGO NOS ÚLTIMOS DIAS, AQUI, ALI OU ALHURES, ORA SINTETIZADOS (OU MELHOR, SINCRETIZADOS) EM FRASES BREVES E ABSOLUTAMENTE ALEATÓRIAS, SEGUINDO UMA ORDEM MÉTRICA MERAMENTE LAGOSSANTENSE OU, SE PREFERIR, FERNANDOLAGUISTA.

- Eu sou o único cara que pensa em coisa alegre enquanto está triste. (Sou?) - Twitter

- Frio pegou... Frios pegaram... Vou aquecer meu core e meu cabeção... – Despedindo-me de Tammy no MSN.

- Cometo erros, prometo não cometê-los mais... Prometo pra mim mesmo. E não cumpro. Devia ter uma pena máxima para pessoas que descumprem promessas que fizeram para si mesmo... – Conversa no MSN com Day Nunes

- As minhas torres, repararam? Bem quando chegam lá no topo que começam a desabar... Twitter

-As perguntas são sempre as mesmas, só mudam o enunciado! E eu ainda levo pau! Prova da vida é f...! (Desculpe a expressão). Conversa no MSN com Ludimila Lopes

- E essa dor de não ter doído tanto... Todo contradição, todo coração... Todo coração-contradição! Com tradição! – Frase de subnick de Orkut

- Por que que eu sempre faço tudo errado, hein? Desculpa. Desabafos impensados... – Conversa no MSN com Day Nunes

- Se ao menos dissesse “ele merece um pouco de mim...” – Totalmente avulso.

- À merda com tudo isso! Vou dormir, que tudo passa. Carro passa, ônibus passa, uva passa... e eu dormindo cegamente. Nandolagomente... #Partiu (Despendindo-me do Twitter)

3 de mai de 2010

Avenidas do meu pensar


Gosto tanto de te ter

Caminhando pelas avenidas do meu pensar

Um caminhar assim meio filosófico

Meio presepeiro

Subvertendo às lógicas desordens dos meus olhos

E me fazendo, sem te ver, te contemplar


Sua bela loucura,

Sua louca beleza

Me parecem coisas indissociáveis

Quem sabe?

Quem te fez assim, assim tinha uma intenção

De conquistar os corações inconquistáveis?

De bagunçar os intelectos com a razão?


Sei não

É matéria a se pesquisar

E, quem quiser, que vá

Eu prefiro ficar por aqui

Contemplando o seu olhar, sem te olhar

Vendo o seu corpo, seu balanço, a surgir

Caminhando serenamente

Pelas serenas avenidas do meu pensar...


Fernando Lago Santos – 03 de Maio de 2010