11 de mai de 2010

Star

No meio da ladeira

Na chuva

Segue a procissão

Menina que me cai

Como luva

Segura a minha mão


E vamos descer a ladeira da rua

Da casa de sêo Tião

Dobrar a esquina

D’onde a pomba avua

Por riba do salão


Menina do sorriso

De estrela

Beleza de Star

Sua conquista macro

Vem pela

Clareza do olhar


A carro, a pé, até de bicicleta

Eu vou te carregar

E nessa comédia atingir minha meta

Um beijo, um’amor, um’amar


Fernando Lago Santos – 10 de Maio de 2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode se jogar, mas não esqueça a sua bóia, viu?