26 de dez de 2012

Retribui

Imagem: http://ednene.wordpress.com/2010/02/12/ritmos-do-brasil-o-samba/


Pelas calçadas
e becos e ruas
todas as curvas
teu corpo insinua
tua perna nua
fazendo poesia
e poeira no mundo

Paro um segundo
o momento
o tempo exato
de me apaixonar
de ver-te de verde
chamando pra dança

Meu olhar não cansa
de te contemplar
enquanto balanças
balança o mar e a terra
e aterra meus medos
segredos
sagrados
resisto
insisto
existo
desisto

Atribui
Retribui
Contribui
Distribui
A beleza do seu olhar
Quão voraz 
Quão veraz
A palavra que ouço
que ouso
que uso
para te cantar

Fernando Lago – Novembro de 2012

8 de dez de 2012

Big Bang

Imagem: internet


Ela tinha um mundo só dela
E eu tinha um mundo só meu
Como duas galáxias no infinito
Que por um movimento rotineiro
(desses que acontecem sempre a cada milhão de anos)
Nossos mundos se chocaram
E explodiram
E desintegraram-se
Todas as distâncias de nós
E agora
As galáxias tornaram-se
um sistema de um planeta só
eu
girando em torno de ti
a minha estrela maior. 

Fernando Lago – Dezembro de 2012