26 de mai de 2009

Vilas Boas

- Vilas Boas? Ladrão, patife, sem-vergonha, desagregador de lares! Um salafrário!

- Quem eu?

- Não, esse Vilas Boas, prefeito de Porto Bonito.

- Mas eu sou Antonio Vilas Boas, prefeito de Santa Maria do Porto Bonito!

- É, é?

- É, sou!

- Mas... mas eu estou falando de Caio Vilas Boas, prefeito de São José de Porto Bonito.

- Como é que é?

- É, é... Existe essa cidade. No Paraná. No norte.

- Eu sei que existe, seu miserável! Caio Vilas Boas é meu irmão! E é prefeito de São José do Porto Bonito, no norte do Paraná!

- E é, é? Êta, Brasil! Mas to falando de Porto Bonito-Paranaguá, perto da Misericórdia do Sul, lá em Minas. O nome do cara, na verdade, é Antônio Vilas Boas da Silva e ele é deputado.

- O deputado Antônio Vilas Boas da Silva é meu tio.

- Ahn? E Natanael?

- Meu primo.

- Claudemiro?

- Meu primo de segundo grau.

- José, Aparecido, Miguelino...

- Meu tio, meu irmão mais velho e meu pai.

- Rapaz! Mas que família, hein!

- Pois é... Fazer o quê?

- Pra que essa arma?

- Um costume da família... A minha gente não gosta de gente que fala demais... Principalmente se for Jornalista. Principalmente se for de Santa Cruz.
Principalmente se se chamar Pedro Paraná.

- Meu nome de batismo é Pedro Rodrigues e eu nasci em Porto Seguro.

- Vai começar aquela enrola de novo?

- É essa a idéia...


Fernando Lago Santos. 19 de Dezembro de 2006.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode se jogar, mas não esqueça a sua bóia, viu?