19 de mai de 2010

Breves Palavras (Terceiras)

A cada passo de glória que damos no caminhar da vida,
lembramos daquela que nos ensinou a dar os primeiros passos
Em cada discurso sublime que proferimos nas mais altas tribunas,
lembramos daquela que ajudou-nos a falar as primeiras palavras...


Te amamos, mainha!

Texto que escrevi no cartão que entregamos junto ao simplório, presente do dia das mães.

Maio de 2010

3 comentários:

  1. Breves, mas sinceras...

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. Ai a relação de filhos com mães sempre me emocionam... é muito pura e linda... E tenho certeza que depois desse escrito, qqer presente fica pequeno.

    Gdes beijos Nando!

    ResponderExcluir
  3. Diu,
    estava sumida rsrs
    Muito obrigado!

    Nanda,
    obrigado por comentar. Mãe é mãe... Merece o melhor que a gente tem. E, com todas as conturbações possíveis, o melhor que sei fazer ainda são palavras. Que somadas a um abraço e a um mimo qualquer são irrecusáveis, principalmente por uma mãe.

    obrigado, queridas!

    Abraços!

    ResponderExcluir

Pode se jogar, mas não esqueça a sua bóia, viu?