3 de dez de 2008

Toadinha da Mentira (2006)


Eu te disse que voltaria logo
E menti
Mas me perdoaste
Quando voltei tempos depois
E prometi
Que nunca mais mentiria
Mas menti

Eu te disse que tinha dinheiro
E menti
Mas me perdoaste
E o dinheiro que consegui
Me fez reeguer a vida em teu perdão
E prometi que trabalharia sério
Mas menti

Eu lhe disse que ia casar
E menti
Mas me perdoaste
E o casamento adiou-se então
Mas você é quem tinha razão
E de novo prometi casar
Mas menti

E depois de tanto perdoar
Um conselho vieste me dar
Tu disseste que com meu agir
Eu devia era ser político
Eu lhe disse que estava errada
Mas menti

Fernando Lago Santos - 23 de Dezembro de 2006

Um comentário:

  1. Muito show essa, acho que uma das suas melhores.
    Vou imprimir, ok?
    Tenho o costume de imprimir poesias que me conquistam.

    ...
    Tenho inveja do seu humor político...


    tamu junto

    ResponderExcluir

Pode se jogar, mas não esqueça a sua bóia, viu?