13 de fev de 2010

Dó Sustenido Maior

Peguei na mão da menina

Puxei-a pro canto e em canto

Fez-se o encanto enquanto

Desfez-se toda a maldade

Mazelas da sociedade

Que invade a nossa caverna


É que meu coração hiberna

Adormece e fica parado

Sarado dessas loucas loucuras

Futuras, presentes

Coisas frias e ardentes

Que maltratam o coração


Passada a hibernação

Voltam, controlam

Assolam a mão e todo o corpo

E faz-me sair por aí

Segurando mãos de moças indefesas

Be-le-za!

Arrastando-as para diversos cantos

E em milhares de cantos

Em dó sustenido maior

Muito maior

Fica a minha vulnerabilidade à sua paixão


Fernando Lago Santos – Dezembro de 2009


7 comentários:

  1. Cuide bem das mãos das mulheres, mocinho... Foram elas que um dia cuidaram de você, são elas que cuidarão dos seus filhos, são elas que, se bem tratadas, te levarão onde você nunca irá sozinho.

    bjo.

    ResponderExcluir
  2. QUE BOM DESCOBRIR LAGO TÃO PROFUNDO NESSES DESERTOS CHATOS QUE SOMOS FORÇADOS A CRUZAR VEZ POR OUTRA.
    OÁSIS QUE INCLUÍ ENTRE OS FAVORITOS E DO QUAL SOU AGORA, EXPLÍCITO, SEGUIDOR.
    EVOÉ.

    ResponderExcluir
  3. Obrigado, Mulher na Polícia. Vou fazer de tudo pra não ser enquadrado na lei Maria da Penha. E reconhecerei toda a construção social que as mãos femininas têm feito ao longo da história da humanidade e também toda a construção pessoal que elas farão em mim mesmo daqui pra frente. ;) É bom ter um olhar feminino lendo minhas asneiras.

    Obrigado a ti também, Juvenal. É uma grande honra poder apreciar o teu trabalho e uma honra maior ainda te ter como leitor. Esteja à vontade para dar pitacos.

    Fernando Lago

    ResponderExcluir
  4. Olá Fernando, muito legal te ver no meu blog, respondi sua opnião por lá msmo (nos comentários).
    Obrigada por me fazer compreender que você não é apenas + um no meio dessa massa, embora essa, seja uma bela palavra...
    E agora, estou atráz de você, te seguindo.

    Lindo todos os versos compostos aqui, é bom ler coisas boas, tenho fome disso!!

    Abraço e suce$$o.

    ResponderExcluir
  5. Olá, minha querida Tarlis Araújo. Obrigado pelos elogios. É muito bom te ter por aqui também! Venha sempre ao meu cafofo e não repare a bagunça!

    Muito sucesso a ti também, linda!

    ResponderExcluir
  6. Indefesos...vulneráveis, mas felizes.
    Gostei muito da sinceridade- 'és um mentiroso'
    Entrarei de Lá Menor...
    inté

    ResponderExcluir
  7. Então, Diu! Mentiras sinceras me interessam...

    Vem de Lá Menor, que tá na escala de Dó. Eu abaixo meio tom procê.

    Obrigado pelo comentário e volte sempre!

    ResponderExcluir

Pode se jogar, mas não esqueça a sua bóia, viu?